«há música, poesia, força e sentimento na tua prosa»



– Amar um cão –

«_____houve uma breve hesitação da parte de quem
transportava o recém-nascido________o meu cão Jade,
há muito tempo; muito, e com grande intensidade,
 aconteceu durante esse tempo breve em que Jade foi deixado
suspenso sobre um medronheiro, sem mãe visível,
num berço nem celeste,
nem terrestre. No lugar que toda a planta acolhe, e que
o entregara ao medronheiro,
sentia sobre si uma incidência animal alada,
que nem era verdadeiramente pássaro,
nem verdadeiramente quadrúpede.

Era um fio de voz soando à altura do corpo musical
que compunha a mata, um choro que coincidia com a
convulsão das primeiras gotas de chuva; um sentimento
ténue envolvia a cabeça emergindo do verde, e as pequeninas patas,
saídas de um pano de baptista, não comoviam
a planta lenhosa,
já habituada a palpitações e folhas.

mas o ritmo novo que, pouco a pouco, não se identifi-
cava com a chuva, e tornava vermelho de tempo activo a
atmosfera, fez erguer o medronheiro sobre si mesmo
«que ser tão frágil mais alto que eu».

Se o ar não tivesse uma densidade leve, teria quebrado
Jade. Jade, que acabara de nascer sobre as bagas purpúreas
dos medronhos,
e o ruído dos ramos partidos, já pensava. Um pensa-
mento de leite subia nos sítios pedregosos, fora do local
da casa, e da cerca com cerros e penhascos. Ele trazia
nos olhos um instrumento azul para medir o diâmetro
do sol, e dos astros; lia-se neles uma linguagem que só
mais tarde, muito mais tarde, encontraria equivalente
na boca:
«o meu pai não existe fora da descrição do Sol; cami-
nho através da murta, do aderno, da aroeira, e avistei
esta serra em que memória vê primeiro o porto de nas-
cer; mal nasci, situei-me, em vida interior, em face do
mar; ergo para a minha dona os meus olhos frágeis,
opondo-me a uma adversária que, de certeza, me ama:
faço-lhe pedidos

luta comigo;
dá-me a sensação de ter saído vencido, mas com rebeldia.»


[Maria Gabriela Llansol (Desenhos de Augusto Joaquim), Desenhos a Lápis com Fala - Amar um Cão, Assírio & Alvim, 2008]